Clique para ir ao início Universidade de Brasília - UnB
Decanato de Ensino de Graduação - DEG
Secretaria de Administração Acadêmica - SAA
MatrículaWeb
GRADUAÇÃO
  Seja bem-vindo(a).
  Para ter acesso ao menu de Aluno, faça o login.
MatrículaWeb  clique aqui para fazer o login.
 


Período Atual
2018/0


Disciplina - Listagem de Ementa/Programa
Disciplina: 185019 - Teoria das Relações Internacionais 1
(Ver Oferta)

Graduação

Curso
Oferta
Telefones
Calendário
Mensagem da SAA
Benefícios DAC


Órgão: IREL - Instituto de Relações Internacionais
Código: 185019
Denominação: Teoria das Relações Internacionais 1
Nível: Graduação
Vigência: 1989/2
Pré-req: IREL-185001 Introd Est Rel Internacionais E
IPOL-185051 Teoria Política Moderna
Ementa:

Essa disciplina pretende introduzir perspectivas teóricas de autores cujas obras constituem eixos centrais da produção em teoria das relações internacionais (TRI), desenvolvida no período que compreende principalmente dos anos 1950 ao final dos anos 1980/início dos anos 1990, oriundos essencialmente da América do Norte. Os desdobramentos teóricos mais recentes serão deixados para um segundo momento (TRI 2). Um objetivo secundário da disciplina consiste em refletir sobre as transformações do mundo contemporâneo e as questões que representam desafios para as teorias das relações internacionais.



A opção por alguns autores e suas obras, em vez de compilações, justifica-se com o argumento de que, no período de formação, é necessário "ir aos clássicos", embora a produção teórica seja relativamente recente nesse campo de estudo. Um curso introdutório de TRI deve dar aos estudantes a oportunidade de conhecer autores/obras que são referências obrigatórias para qualquer trabalho teórico ou empírico na área. São esses textos que fornecem perspectivas e conceitos basilares para parte considerável dos estudos em RI, pontos de partida dos debates teóricos na área. Nesse sentido, o curso não pretende esgotar o assunto, nem mesmo abranger de forma panorâmica tudo o que se tem produzido no âmbito das TRI, mas apresenta autores relevantes e constantemente citados na literatura. Deve-se chamar a atenção para o fato de que se trata de uma opção circunscrita histórica e geograficamente, que pretende apenas iniciar estudantes no desafio de pensar teoricamente a política internacional.

Programa:

UNIDADE I: DISCUSSÕES SOBRE TEORIA E O CAMPO DE ESTUDO DAS RI

A produção de conhecimento e as ciências sociais

Agendas de investigação no campo das Relações Internacionais

Os níveis de análise



UNIDADE II: REALISMO

Perspectivas sobre teoria

Os princípios do realismo político

Equilíbrio de Poder

Limitações normativas à luta de poder: moral, direito internacional, opinião pública

Diplomacia



UNIDADE III: NEOREALISMO

Causas da guerra e imagens das relações internacionais

Perspectiva sobre teoria: conceitos de lei e teoria

Níveis de análise

Teorias reducionistas e teorias sistêmicas

Sistema internacional: estrutura e unidades

Conceito de anarquia internacional

Teoria de política internacional

Teoria de equilíbrio de poder



UNIDADE IV: SOCIEDADE DAS NAÇÕES

Anarquia

Equilíbrio de poder

Ordem



UNIDADE V: TEORIA DO SISTEMA MUNDO

Estrutura do sistema-mundo

Estado e sistema interestatal

Componentes do sistema-mundo

Divisão internacional do trabalho

Dinâmicas do sistema mundo

Hegemonia e ciclos hegemônicos



UNIDADE VI: NEOREALISMO E NEO-INSTITUCIONALISMO

Escolha racional e jogos

Ganhos absolutos e ganhos relativos

Anarquia, conflito e cooperação internacional

Estrutura de pay offs, número de jogadores, sombra do futuro, reciprocidade

Jogos: dilema do prisioneiro, "stag hunt", "chicken"



UNIDADE VII: INTERDEPENDÊNCIA COMPLEXA

Conceito de interdependência

Relação entre interdependência e poder

Sensibilidade e vulnerabilidade

Estrutura e processo político

Regimes internacionais

Transformação de regimes internacionais, modelos explicativos



UNIDADE VIII: INSTITUCIONALISMO, REGIMES, MULTILATERALISMO

Institucionalismo

Cooperação e conflito

Economia política internacional

Hegemonia e estabilidade hegemônica

Relação entre cooperação e regime internacional

Teorias sobre regimes internacionais: formação, continuidade e transformação

Bibliografia:

BÁSICA:

KEOHANE, Robert O., NYE, Joseph S. Power and Interdependence. 2nd Edition, Harper Collins Publishers, 1989.

KEOHANE, Robert O. After Hegemony: Cooperation and Discord in the World Political Economy. Princeton, NJ: Princeton University Press, 1984.

WALTZ, Kenneth. Theory of International Politics. New York: Random House, 1979.



COMPLEMENTAR:

BALDWIN, David A. (ed). Neorealism and Neoliberalism: The Contemporary Debate. New York: Columbia University Press, 1993.

BULL, Hedley. A sociedade anárquica, 1ª ed. Trad. Sérgio Bath. Brasília: IPRI, Editora UnB e Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2002.

MORGENTHAU, Hans J. A política entre as nações: A luta pelo poder e pela paz, 2ª ed. Trad. Oswaldo Biato. Brasília: Editora UnB, IBRI e Imprensa Oficial do

Estado de São Paulo, 2003.

ROCHA, Antônio Jorge Ramalho. Relações Internacionais: Teorias e Agendas. Brasília: IBRI e FUNAG, 2002.

WALLERSTEIN, Immanuel. O universalismo europeu: a retórica do poder. São Paulo:

Editora Boitempo, 2007.

© 2017 CPD - Centro de Informática
UnB - Universidade de Brasília