Clique para ir ao início Universidade de Brasília - UnB
Decanato de Ensino de Graduação - DEG
Secretaria de Administração Acadêmica - SAA
MatrículaWeb
GRADUAÇÃO
  Seja bem-vindo(a).
  Para ter acesso ao menu de Aluno, faça o login.
MatrículaWeb  clique aqui para fazer o login.
 


Período Atual
2019/2


Disciplina - Listagem de Ementa/Programa
Disciplina: 177351 - Políticas Públicas em Saúde
(Ver Oferta)

Graduação

Curso
Oferta
Telefones
Calendário
Mensagem da SAA
Benefícios DAC


Órgão: DSC - Departamento de Saúde Coletiva
Código: 177351
Denominação: Políticas Públicas em Saúde
Nível: Graduação
Vigência: 1971/2
Pré-req: Disciplina sem pré-requisitos
Ementa:

Apresenta a constituição da ciência política e os fundamentos teóricos das políticas públicas e sociais. Discute o papel do Estado e leva à discussão sobre cidadania e participação social no campo da saúde. Faz um resgate histórico da formação dos movimentos sociais e dos sujeitos políticos na luta pelo direito a saúde no Brasil, por meio da reflexão sobre o campo de conhecimento da Saúde Coletiva e suas inter-relações com as políticas públicas de saúde. A trajetória das políticas de saúde no Brasil. Análise dos desafios do SUS para a saúde coletiva e as políticas públicas.

Programa:

OBJETIVOS:

Geral: Conhecer a concepção, a organização e o funcionamento do Sistema Único de Saúde (SUS) no que se refere à

gestão da rede assistencial, a articulação entre os níveis de atenção, os fluxos e a trajetória assistencial dos usuários

nos serviços de saúde.

Específicos:

-Compreender os valores, os princípios e os direitos sociais que embasam o sistema e as políticas de saúde no Brasil;

- Conhecer o desenho institucional, a organização, os mecanismos de planejamento, de gestão e financiamento do

SUS;

- Identificar os principais mecanismos de gestão, os instrumentos de planejamento, a organização dos serviços, o

controle e a regulação da rede assistencial no âmbito do SUS;

- Reconhecer as especificidades, os fluxos, as redes e as ações dos serviços de saúde nos diferentes níveis de atenção

do SUS-DF;







Módulo 1 – Sistema de Saúde no Brasil

1.1- Processo saúde-doença

1.2- História das políticas de saúde no Brasil

1.3- Reforma sanitária e implantação do SUS: concepções, avanços e desafios

1.4- SUS: princípios, diretrizes, desenho institucional, gestão, fóruns de pactuação e organização

Módulo 2 – Gestão da Atenção à Saúde no SUS

2.1- Desenho institucional e fóruns de gestão do SUS: CIB, CIT, Conselhos de saúde, conferencias, etc.

2.2- Modelos de atenção e gestão da rede assistencial no SUS: atenção básica, média e alta complexidade;

2.3-Configuração da rede regionalizada e hierarquizada de atenção à saúde no âmbito do SUS

2.4- O mix público-privado na saúde / Financiamento da política e do sistema de saúde

Módulo 3 – Gestão das Políticas de Saúde do Brasil

3.1. - Políticas de Saúde por ciclos de vida (Políticas de Atenção à Saúde da Mulher);

3.2. - Políticas de Atenção à Saúde (Atenção Básica, Urgência e Emergência);

3.3. - Política de Atenção Básica, Promoção da Saúde e Humanização;

3.4.- Políticas de Saúde das Populações Vulneráveis.

Bibliografia:

REFERÊNCIAS BÁSICAS:

GIOVANELLA L (Org.) Política e Sistema de Saúde no Brasil. Rio de Janeiro:Fiocruz, 2008

CAMPOS GWS et al. Tratado de Saúde Coletiva (Parte IV- Política, Gestão e Atenção em Saúde). São Paulo-Rio de

janeiro: Hucitec/Fiocruz, 2006

REFERÊNCIAS COMPLEMENTARES

AGUIAR ZN. SUS: avanços e perspectivas – antecedentes, percurso, perspectivas e desafios. São Paulo: Martinari, 2011

BRASIL. Ministério da Saúde. O SUS de A a Z: garantindo saúde nos municípios / Ministério da Saúde, Conselho

Nacional das Secretarias Municipais de Saúde. – 3. ed. – Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2009.

CAMPOS GWS. Reforma Política e sanitária: a sustentabilidade do SUS em questão? In: Rev. Ciência & Saúde Coletiva

12(2):301-306.2007 (disponível on line).

FLEURY S. Revisitando a questão democrática na área da saúde: quase 30 anos depois. Saúde em Debate, v. 33, p.

156-164, 2009

FLEURY S, DUVERNEY AM. Gestão de redes – a estratégia da regionalização na política de saúde. Rio de Janeiro:

Editora FGV, 2007

FLEURY S, OUVERNEY A. O sistema único de saúde brasileiro: Desafios da gestão em rede. Rev. Portuguesa e Brasileira

de Gestão [online]. 2012, vol.11, n.2-3, pp. 74-83

GADELHA CAG. Desenvolvimento e saúde: em busca de uma nova utopia. Saúde em debate, Rio de Janeiro, v. 29, nº.

71, 2005

GADELHA CAG. A dinâmica do sistema produtivo da saúde – inovação e complexo econômico-industrial. Rio de

Janeiro: Editora Fiocruz, 2012

GIOVANELLA L (Org.) Política e Sistema de Saúde no Brasil. Rio de Janeiro:Fiocruz, 2008

GONDIM R, GRABOIS V, MENDES W(Org.). Qualificação de gestores do SUS.2. ed.Rio de Janeiro, RJ: EAD/Ensp,

2011.480

GÖTTEMS LBD, EVANGELISTA MSN, PIRES MRGM, SILVA AFM, SILVA PA. Trajetória da política de atenção básica à

saúde no Distrito Federal, Brasil (1960 a 2007): análise a partir do marco teórico do neo-institucionalismo histórico.

Cad. Saúde Pública 2009; 25(6): 1409-19.

GOTTEMS LBD. Análise da política de atenção primária à saúde desenvolvida no distrito federal: a articulação entre o

contexto político, os problemas, as alternativas e os atores na formação da política de saúde (1979 a 2009) (Tese).

Universidade de Brasilia, 2010

GOTTEMS LBD, PIRES MRGM. Para além da atenção básica: reorganização do SUS por meio da intercessão do político

com o econômico. In: Revista Saúde e Sociedade, v.18(2), 189-198, 2009

JESUS, WLA, ASSIS MMA. Revisão sistemática sobre o conceito de acesso nos serviços de saúde: contribuições do

planejamento. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2010, vol.15, n.1 [cited 2012-03-25], pp. 161-170

KUSCHNIR R, CHORNY AH. Redes de atenção à saúde: contextualizando o debate. Ciênc. saúde coletiva. 2010; 15(5):

2307-2316.

MENDES EV. As Redes de Atenção à Saúde. Brasília: Organização Pan-Americana da Saúde, 2011: 549

MENICUCCI TMG. O Sistema Ùnico de Saúde, 20 anos, balanço e perspectivas. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro,

25(7):1620-1625, jul, 2009

MERHY EE et al. O trabalho em Saúde: olhando e experienciando o SUS no cotidiano. São Paulo:Hucitec, 2004

PAIM J. A constituição cidadã e os 25 anos do SUS. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, 29(10):1927-1953, out, 2013;

PAIM J et al. O sistema de saúde brasileiro: história, avanços e desafios. The Lencet, mai, 2011; p.11-31

PAIM JS. Reforma sanitária brasileira: contribuição para a compreensão e crítica. Salvador: Edufba/Fiocruz, 2008. 356

PELAEZ V, SZMRECSANYI T (Org.). Economia da inovação tecnológica. São Paulo:Hucitec, 2006

PIOLA et al. Financiamento público da saúde: uma história a procura de rumo. Texto para discussão Nº1946. Brasília :

Rio de Janeiro : Ipea, 2013.

PIRES MRGM; Demo P. Políticas de Saúde e crise do Estado de Bem-estar: repercussões e possibilidades para o SUS.

Revista Saúde e Sociedade, 15,(2):57-71; 2006.

PIRES MRGM et al. Oferta e demanda por média complexidade/SUS: relação com atenção básica. Ciênc. saúde

coletiva, v.15, suppl.1, p. 1009-1019, 2010

PIRES MRGM. Possibilidades Limites do Trabalho do enfermeiro na Estratégia Saúde da Família: em Busca da

Autonomia. Rev. esc. enferm. USP, São Paulo, v 45, n. spe2, dezembro de 2011

© 2019 CPD - Centro de Informática
UnB - Universidade de Brasília