Clique para ir ao início Universidade de Brasília - UnB
Decanato de Ensino de Graduação - DEG
Secretaria de Administração Acadêmica - SAA
MatrículaWeb
GRADUAÇÃO
  Seja bem-vindo(a).
  Para ter acesso ao menu de Aluno, faça o login.
MatrículaWeb  clique aqui para fazer o login.
 


Período Atual
2017/2


Disciplina - Listagem de Ementa/Programa
Disciplina: 166421 - SANEAMENTO AMBIENTAL
(Ver Oferta)

Graduação

Curso
Oferta
Telefones
Calendário
Mensagem da SAA
Benefícios DAC


Órgão: ENC - Departamento de Engenharia Civil e Ambiental
Código: 166421
Denominação: SANEAMENTO AMBIENTAL
Nível: Graduação
Vigência: 1971/2
Pré-req: ENC-166413 HIDRAULICA GERAL OU
ENC-169561 HIDRAULICA - TEORIA E
ENC-169579 HIDRAULICA EXPERIMENTAL
Ementa:

1. Entender as formas de atuação do engenheiro civil na área de saneamento;

2. Conhecer as técnicas de detecção das principais impurezas presentes na água, e saber interpretar um exame de qualidade da água;

3. Entender os fundamentos dos principais processos de tratamento de água para abastecimento público e saber dimensionar as unidades referentes a estes processos;

4. Reconhecer os principais fenômenos de poluição e de autodepuração dos corpos de água, e saber as medidas de controle aplicáveis;

5. Compreender o funcionamento, e saber dimensionar os principais processos de tratamento de águas residuárias;

6. Conhecer o funcionamento e operação dos sistemas de limpeza pública e de coleta, transporte, tratamento e disposição de resíduos sólidos urbanos;

7. Reconhecer os principais problemas de poluição atmosférica, e saber quais podem ser as medidas de controle.

Programa:

CAPÍTULO 1: INTRODUÇÃO AO SANEAMENTO.

Conceito de Saneamento. Saneamento e Saúde Pública. Evolução do Saneamento. Situação do saneamento no mundo e no Brasil. Política de Saneamento.

CAPÍTULO 2: QUALIDADE DA ÁGUA.

A qualidade da água e a transmissão de doenças. Características físicas, químicas, e microbiológicas. Exame e análise da qualidade da água.

CAPÍTULO 3: TRATAMENTO DE ÁGUAS DE ABASTECIMENTO PÚBLICO.

Visão geral dos processos de tratamento e concepção de Estações de Tratamento de Água. Tratamento Convencional - Fundamentos, funcionamento e dimensionamento de unidades.

CAPÍTULO 4: CONTROLE DE POLUIÇÃO DAS ÁGUAS.

Conceito de Poluição. Causas e efeitos da poluição das águas. Zonas e índices de poluição aquática. Processos de autodepuração. Equações e modelos simplificados para simulação matemática da qualidade da água.

CAPÍTULO 5: TRATAMENTO DE ÁGUAS RESIDUÁRIAS.

Visão geral e seleção de processos. Concepção de Estações de Tratamento de Esgotos. Tratamento Preliminar. Tratamento Primário. Tratamento Secundário: Lagoas de estabilização, Lodos Ativados e variantes. Processos Alternativos. Tratamento Terciário e/ou Avançado.

CAPÍTULO 6: RESÍDUOS SÓLIDOS.

Importância e descrição dos Serviços de Limpeza Pública. Coleta, transporte, tratamento e disposição de resíduos sólidos.

CAPÍTULO 7: INTRODUÇÃO AO CONTROLE DE POLUIÇÃO SONORA E DO AR.

Causas e efeitos da poluição sonora e atmosférica. Principais poluentes e respectivas fontes emissoras. Principais métodos de controle da poluição sonora e atmosférica.

Bibliografia:

ARCEIVALA, S. J. (1986) Wastewater Treatment for Pollution Control. McGraw-Hill, Nova Délhi.

AZEVEDO NETO, J. M. et al. (1979) Técnica de Abastecimento e Tratamento de Água. Volume 1 e 2, CETESB - Cia. Estadual de Tecnologia de Saneamento Básico e de Defesa do Meio Ambiente, São Paulo.

BARROS, T. de V., et al. (1995) Manual de Saneamento e Proteção Ambiental para Municípios - Volume 2: Saneamento. DESA - Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental/UFMG, Minas Gerais.

BIDONE, F.R.A. e POVINELLI, J. (1999) Conceitos Básicos de Resíduos Sólidos. Projeto REENGE - EESC/USP, São Carlos.

BRAGA, B. et al. (2002) Introdução à Engenharia Ambiental. Prentice Hall. São Paulo.

CHERNICHARO, C. A. L. (1997) Princípios do Tratamento Biológico de Águas Residuárias - Volume 5: Reatores Anaeróbios. DESA -Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental/UFMG, Minas Gerais.

DERISIO J. C. (1992) Introdução ao Controle de Poluição Ambiental. CETESB - Cia. Estadual de Tecnologia de Saneamento Básico e de Defesa do Meio Ambiente, São Paulo.

DI BERNARDO, L. (1993) Métodos e Técnicas de Tratamento de Água (Volumes 1 e 2). ABES - Assoc. Bras. de Eng. Sanit. e Ambiental, Rio de Janeiro.

DI BERNARDO, L., MENDES, C. G. N., BRANDÃO, C. C. S., SENS, M. L. E PÁDUA, V. L. (2003) Tratamento de Água para Abastecimento por Filtração Direta. RiMA/ABES - Assoc. Bras. de Eng. Sanit. e Ambiental, Rio de Janeiro

HELLER, L. (1997) Saneamento e Saúde. OPAS/OMS, Brasília

LEME, F. P. (1990) Teoria e Técnicas de Tratamento de Água. 2a. edição, ABES - Rio de Janeiro.

LIMA, L. M. O. (1991) Tratamento de Lixo. 2a. Edição, Hemus Editora, São Paulo.

METCALF & EDDY (1991) Wastewater Engineering: Treatment, Disposal and Reuse. McGraw-Hill, Nova Iorque.

MOTA, S. (1995) Preservação e Conservação de Recursos Hídricos. 2a. edição, ABES - Assoc. Bras. de Eng. Sanit. e Ambiental, Rio de Janeiro.

PESSOA, C. A. e JORDÃO, E. P. (1995) Tratamento de Esgotos Domésticos. 3a. edição, ABES - Assoc. Bras. de Eng. Sanit. e Ambiental, Rio de Janeiro.

RICHTER, A. C.; e AZEVEDO NETO, J. M. (1991) Tratamento de Água. Editora Edgard Blucher, São Paulo.

VON SPERLING, M. (1995) Princípios do Tratamento Biológico de Águas Residuárias - Volume 1: Introdução a Qualidade das Águas e ao Tratamento de Esgotos. DESA -Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental/UFMG, Minas Gerais.

VON SPERLING, M. (1996) Princípios do Tratamento Biológico de Águas Residuárias - Volume 2: Princípios Básicos do Tratamento de Esgotos. DESA -Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental/UFMG, Minas Gerais.

VON SPERLING, M. (1996) Princípios do Tratamento Biológico de Águas Residuárias - Volume 3: Lagoas de Estabilização. DESA -Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental/UFMG, Minas Gerais.

VON SPERLING, M. (1996) Princípios do Tratamento Biológico de Águas Residuárias - Volume 4: Lodos Ativados. DESA -Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental/UFMG, Minas Gerais.



© 2017 CPD - Centro de Informática
UnB - Universidade de Brasília