Clique para ir ao início Universidade de Brasília - UnB
Decanato de Ensino de Graduação - DEG
Secretaria de Administração Acadêmica - SAA
MatrículaWeb
GRADUAÇÃO
  Seja bem-vindo(a).
  Para ter acesso ao menu de Aluno, faça o login.
MatrículaWeb  clique aqui para fazer o login.
 


Período Atual
2017/2


Disciplina - Listagem de Ementa/Programa
Disciplina: 136620 - ANALISE DE POLITICAS SOCIAIS
(Ver Oferta)

Graduação

Curso
Oferta
Telefones
Calendário
Mensagem da SAA
Benefícios DAC


Órgão: SER - Departamento de Serviço Social
Código: 136620
Denominação: ANALISE DE POLITICAS SOCIAIS
Nível: Graduação
Vigência: 1971/2
Pré-req: SER-136484 Política Social OU
ECO-132012 Introdução à Economia OU
SOL-134465 Introdução à Sociologia
Ementa:

Análise e avaliação de políticas e programas sociais. Distinção entre análise e avaliação de Políticas

Sociais. Ação pública, construção de problemas e processos decisórios. Categorias e técnicas de

análise de políticas sociais em diferentes abordagens: marxista, neo institucionalista, cognitiva.

Dimensões, categorias e indicadores para análise e avaliação de políticas sociais. Análise das

tendências contemporâneas de organização das políticas sociais: mundialização versus

territorialização; interdependência, comunidades e redes de políticas sociais. Análise empírico factual

de políticas e/ou programas sociais.

Programa:

Programa



Objetivos



1.1. Geral



Desenvolver, junto ao aluno, a habilidade de análise das políticas sociais, em suas diversas dimensões: fundamentos conceituais, direitos/serviços assegurados, fontes de financiamento, formas de gestão e implementação.



1.2. Específicos



(1) Conhecer os processos analíticos das políticas sociais efetuados por órgãos governamentais responsáveis pelo planejamento e avaliação de políticas públicas; (2) Analisar políticas sociais, identificando:

· Os princípios orientadores dos direitos e/ou serviços assegurados (universalidade/seletividade; desigualdade/equidade);

· As relações entre Estado-sociedade constituintes do processo de planejamento, gestão e implementação (centralização/descentralização; tecnocrático/participativo);

· A forma de captação de recurso (fundo público/doações) para financiamento;]

· Os instrumentos utilizados e os resultados de processos avaliativos;

(3) Conhecer, selecionar e adotar técnicas de análise de políticas sociais;





Procedimentos didáticos



Deve envolver discussões teóricas e atividades práticas, de modo que a pesquisase constitua em base e atitude constante no decorrer da disciplina. Assim, a sua organização deve incluir:·

Seleção de políticas sociais de interesse dos alunos para análise no decorrer do semestre;

· Seminários com especialistas/analistas de políticas sociais, com vistas à apresentação

· do processo analítico/avaliativo governamental daquelas políticas sociais selecionadas;

· Escolha, pelo aluno, de uma política social a ser analisada no decorrer do semestre,

· cuja análise será materializada no trabalho final da disciplina;

· Encontros coletivos para socialização da pesquisa/análise em andamento;

· Orientação sistemática pelo professor a partir da pesquisa apresentada pelo aluno;



Conteúdo



Unidade I

- A construção de quadro teórico de referência analítica

Unidade II

- Técnicas de análise de políticas sociais

Unidade III

- Seleção dos indicadores empíricos de análise

Unidade IV

- Análise de uma política social selecionada

Bibliografia:

Bibliografia Básica:
Projeto Político Pedagógico do Curso de Serviço Social da UnB - Diurno

105

ARRETCHE, Marta, “Tendências no estudo sobre avaliação” - In Rico, Maria Elizabeth, Avaliação de

políticas. Uma questão em debate. São Paulo, Cortez - IEE/PUC, 1998.

GERSCHMAN, Sílvia, “Sobre a formulação de políticas sociais” In TEIXEIRA, Sônia Fleury, (Org.)

Reforma sanitária: em busca de uma teoria. São Paulo Cortez 1989.

COIMBRA, Marcos Abordagens teóricas ao estudo das políticas sociais e Será que o marxismo

responde á pergunta de como surgem as políticas sociais In ABRANCHES, Sérgio, Política social e

combate à pobreza. pp. 65-126, Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 1987.

GERSCHMAN Sílvia, In TEIXEIRA, Sônia Fleury (org.)

Reforma sanitária: em busca de uma teoria. São Paulo, Cortez, 1989.

SANTOS, Wanderley Guilherme dos, Teoria social e analise de políticas publicas; Perfil de

desequilíbrio e paradigma de analise In Cidadania e justiça: a política social na ordem brasileira,

pp.11-14 e 46-69. Rio de Janeiro, Campos, 1979.

MELO, Marcus André de, As sete vidas da agenda publica brasileira, In Rico, Maria Elizabeth,

Avaliação de políticas. Uma questão em debate. São Paulo, Cortez IEE/PUC.

WORTHEIN, Blaine, SANDERS, James R. e FITZPATRICK, Jody L. Avaliação de programas:

concepções e práticas. São Paulo, Gente, 2004.

AGUILAR, Maria José & ANDER-EGG, Ezequiel. Avaliação de programas e serviços sociais.

Petrópolis. Vozes,1994.

RICO, Maria Elizabeth. Avaliação de políticas: uma questão em debate. São Paulo, Cortez, 1998.

PEREIRA, Potyara. Política social: temas e questões. São Paulo, primeira, Cortez, 2008.

Bibliografia Complementar:

SUREL, Yves e MÃœLLER, Pierre , A análise de politicas publicas, Pelotas-RS, EDUCAT, 2002.

FREY, Klaus Politicas publicas: um debate conceitual e reflexões referentes a pratica de analise de

politicas publicas no Brasil. On-line http://www.ipea.gov.br/pub/ppp/ppp21/Parte5.pdf

IPEA –Revista Planejamento e Politicas Publicas no Brasil, numero 21, Brasilia-Ipea, Junho 2000,

pp. 211-252, 2000.

BELLONI, Isaura . Metodologia da avaliação em politicas sociais. São Paulo, 3ª, Cortez 1998.

SOUZA, Celina. Politicas publicas: uma revisão da literatura. On-line

http://www.scielo.br/pdf/soc/n16/a03n16.PDF 2006.

FARIA, Carlos Aurélio Pimenta. Ideias, conhecimento e politicas publicas: um inventario sucinto

das principais vertentes analíticas recentes _ On-line

http://www.scielo.br/pdf/rbcsoc/v18n51/15984.PDF, 2003.

HOFFLING, Eloísa. Estado e Politicas Publicas Sociais. Cadernos Cedes. São Paulo, primeira,

CEDES, 2001.

SARAIVA, Enrique. FERRAREZI, Elisabete (Orgs.). Politicas publicas. Volumes 1 e 2. Brasília,

ENAP, 2006.

ROCHA, Carlos Vasconcelos. Neoinstitucionalismo como modelo de analise para as politicas

publicas. On-line http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/civitas/article/viewFile/32/1604

2007.

© 2017 CPD - Centro de Informática
UnB - Universidade de Brasília